QUANDO SE VIVE SOB A

ESPÉCIE DA VIAGEM O QUE IMPORTA NÃO É A VIAGEM

MAS O COMEÇO DA

*

* Haroldo de Campos 

PRÉ-VENDAS NO AR 

temos pré-vendas no ar e seu apoio é importante! a maioria das nossas publicações não tem nenhum financiamento e é viabilizada exclusivamente pelos leitores. comprando na pré-venda, você permite que a gente custeie a impressão dos livros e apoia xs autorxs. para as editoras independentes, funciona um pouco como um financiamento coletivo. seu apoio é essencial para a realização dos projetos. contamos com vocês!

 

os prazos e os descontos variam de livro para livro e estão especificados na descrição do produto. 

EXPERIÊNCIAS SOBRE EDITAR UM CORPO

em novembro, lançamos experiências sobre editar um corpo, de Letícia Féres e Laura Daviña – duas veteranas do mercado editorial. O livro apresenta um paralelo entre o processo histórico de edição dos corpos humanos e os processos característicos da edição de um livro. E evidencia a própria natureza editável dos corpos – tantas vezes ocultada pelo senso comum e sua metralhadora de normatividade – enquanto apresenta aos leitores e às leitoras os elementos utilizados na construção do objeto livro.

aqui, as leitoras e os leitores encontram a busca pela estética gráfica e a voz poética do que seria um corpo-livro dissidente. Marie-Hélène Bourcier escreve no prefácio do Manifesto contrassexual, de Paul Preciado, sobre o “corpo como espaço de construção biopolítica, como lugar de opressão, mas também como centro de resistência”. Propomos, portanto, o exercício: substitua, ali, "corpo" por "livro"...

POSTEReLIVRO_Experiencias.png

GARUPA – CONTEÚDO INDEPENDENTE SOBRE POESIA E OUTRAS ARTES

Uma espécie de viagem: na garupa da bicicleta, na carroça puxada a burro, pegar carona com uma desconhecida em uma estrada em Johanesburgo. Desde 2016, a garupa atua nas frentes impressa, digital e na (co)produção de eventos, na tentativa de contribuir para o nosso cenário cultural e, principalmente, literário.

Além de uma editora independente – ou seja, que entende a literatura para além de seu potencial econômico –, nossa iniciativa atua como mobilizadora em feiras literárias, curadora em saraus ou palestras, e produtora de oficinas e festas literárias (já fizemos até bloco de carnaval, o senta na garupa!). 

E nossa revista digital opera a partir de chamadas abertas, de modo a ampliar o alcance do radar editorial, democratizar o acesso ao veículo. Vamos juntxs!

 

 

 

RECEBA ATUALIZAÇÕES SOBRE NÓS 

mas pode deixar que não vamos floodar a sua caixa de e-mail

img%20fudo%20com%20ilustra%20teste%20a_e

Confira a última edição toda ilustrada pela artista visual Joana Lavôr