(21) 3549-6040 | garupacontato@gmail.com

Rua Acre, 77 – sala 705 | Centro, Rio de Janeiro

CEP 20081-000

  • Branca ícone do YouTube

 

Primeiro livro do cineasta e poeta carioca Frederico Klumb, Máquinas mancas da manhã é composto por dois volumes. No objeto maior, os poemas são intercalados de páginas pretas, que simulam as cartelas (telas pretas) do cinema. Já o objeto menor é composto por frames de filmes: as cenas e os planos, originalmente vistos em movimento, são dissecados em imagens estáticas, que investigam sua narratividade enquanto deixam ver aspectos da montagem e

do enquadramento característicos do cinema. Os dois livros se relacionam a partir de símbolos gráficos presentes nos poemas do objeto maior e nos filmes do objeto menor. Formato pela PUC em cinema e selecionado com o curta Agharta para o Festival de Hamburgo de 2017, Frederico investiga possibilidades de diálogo entre a imagem poética legível do texto e a poeticidade da imagem visível do filme.

 

 

máquinas mancas da manhã | frederico klumb

REF: GP010
R$ 45,00Preço